Os 10 principais tipos de carga

Conheça os 10 principais tipos de carga

Cargas são itens que podem e precisam ser transportados principalmente por modo terrestre e marítimo. Para os itens serem entregues em nossa mesa, é necessário um longo e cuidadoso processo de transporte deles, desde o momento da fabricação até a nossa utilização.

Neste tema iremos apresentar a vocês quais são os dez principais tipos de carga e explicar o que há em cada uma delas.

Vamos aos tipos:

  • Cargas em contêiner
  • Carga viva
  • Seca
  • Frágil
  • Indivisíveis
  • Minério e cimento
  • Frigorífico
  • Perigosas
  • A granel e transporte de veículos.

Mas especificamente, o que seriam essas cargas?

A mercadoria em contêiner é aquela que traz mais segurança, benefícios fiscais, versatilidade (podendo transportar vários tipos de itens) e tem uma redução grande de custos. O meio mais comum de trabalhar com contêineres é de modo marítimo, porém há casos onde é necessário um caminhão para transportá-los por rodovias e estradas, visto que param nos portos. Este tipo de carga também é muito útil para transporte de qualquer um dos itens abaixo pois a carga pode ser facilmente passada para diversos meios de transportes, seja para navios, trens ou caminhões.

Está precisando transportar sua carga? Acesse o Guia do Transporte e encontre as melhores empresas de transporte para o seu frete, Clique aqui e saiba mais

Guia do Transporte
Guia do Transporte

1 – Carga Viva

Contran regulamenta transporte de carga viva | Rural Centro

A carga viva é aquela especialmente para o transporte de animais como porcos, vacas, bois, galinhas (seja para revenda ou abate) em veículos que tenham a carroceria fechada, e é necessário cuidado especial por se tratar de viagens longas com animais vivos. Também é possível transportar animais de reservas ambientais e zoológicos e cavalos para criadores por exemplo. Cuidado com o bem-estar do animal é essencial para este tipo de carga.

2 – Carga Seca

Transporte de materiais de construção: veja os erros a serem evitados | Cargo X – Tecnologia para Transportes

A carga seca trata-se de alimentos não perecíveis e itens industrializados e que podem ser transportados em qualquer época com menor risco de perda por condições climáticas. Os itens mais comuns são: arroz, feijão, óleo, açúcar, móveis, ferragens, produtos de limpeza, ferramentas, peças automotivas, eletrodomésticos, roupas, dentre outros. O caminhão mais recomendado para esta carga é o caminhão baú.

3 – Carga Frágil

7 cuidados essenciais no transporte de cargas frágeis

Já a carga frágil é aquela que é passível de sofrer danos durante qualquer transporte, exemplo dessas cargas são: cerâmica, vidro, espelhos, itens eletrônicos, antiguidades etc. É necessário precaução neste transporte, sinalização nas embalagens, embalar itens separadamente, prender os itens de modo seguro e muito cuidado no manuseio ao serem carregados e descarregados.

4 – Carga Indivisível

Resolução torna obrigatório curso para transporte de carga indivisível - Geral - Rede Catarinense de Noticias - RCN

A carga indivisível é aquela menos conhecida pelas pessoas, pois trata-se de itens como grandes estruturas ou que não podem ser desmontados e de grande porte, como vagões, transformadores, guindastes, estruturas metálicas, etc.

5 – Carga de Minério e Cimento

Transportadora Lenarge compra 200 Volvo FH para transporte de minério e aço - Carga & Transporte

A carga de minério e cimento são transportadas em sacos ou pallets, mesmo que muitos destes itens possam ser transferidos por dutos e bombas, ainda assim há o transporte por caminhão, mais comum e barato, principalmente com mercadoria ensacada. Quando os produtos não estão em sacos e pallets, as regras para transporte são as mesmas da carga a granel.

6 – Cargas a Granel

Você sabe o que é um produto a Granel? - Portogente

Cargas a granel é aquela onde os produtos são transportados fora da embalagem, como grãos, carvão e cascalho, é uma das mais rígidas de transporte pois deve ser protegida de modo adequado para evitar contato com água, o uso de lona é obrigatório e o peso deve ser controlado para que seja seguro ao motorista e a rodovia percorrida. Os caminhões comumente usados neste tipo de carga são carretas, truck e graneleiros.

7 – Carga de Frigorífico

Transporte Frigorífico: Os cuidados na hora de transportar

Carga de frigorífico diz respeito a carga que necessita de congelamento ou refrigeração, essencialmente composto por frutas, legumes, medicamentos, carnes, frango e peixes. Esses itens são inseridos em câmaras frias que mantem a temperatura entre 0 e -10 graus, em alguns casos alcançando -20 graus. Essa modalidade também precisa ser tratada com atenção com a manutenção e higiene do transporte.

8 – Carga de Transporte de Veículo

Como os carros são colocados na cegonha? . Transportadora de Veículos | Patio Transportes

A carga de transporte de veículo é aquela com motos e carros, transportada principalmente por caminhões-cegonha em carrocerias de plataforma ou guinchos. Este tipo de carga é necessário atenção e utilização das cintas para fixação dos automóveis, além de diversos outros itens de proteção e sinalização, além do cuidado com a velocidade.

9 – Carga Perigosa

Transporte de cargas perigosas: o que todo caminhoneiro precisa saber

A carga perigosa trata-se daquela que há potencial risco de contaminação ou explosão, como líquidos inflamáveis, gases, substancias oxidantes ou toxicas e até itens radioativos. Este tipo de carga é o mais perigoso, como o próprio nome já diz e deve-se seguir regulamentações muito especificas para garantir transporte seguro ao meio ambiente, pessoas e o motorista do veículo que transporta a carga e evitar danos a construções. Além de tudo, o Estado tem o dever de regular esta atividade, devido aos riscos que ações negligentes podem causar, por isso o maior rigor no transporte destes itens. Também é necessária manutenção sempre em dia e documentações especificas que devem estar nas mãos dos motoristas das cargas.

Alguns documentos exigidos para as cargas perigosas são:

  • A declaração de carga, que tem a descrição completa do produto perigoso que será transportado;
  • Manifesto e licença de transporte;
  • Documento de inspeção técnica veicular;
  • Cadastro Técnico Federal de Atividades Potencialmente, entregue pelo IBAMA;
  • Certificado de capacitação do veículo e dos equipamentos de transporte dos produtos perigosos;
  • O guia impresso para caso de necessidade como acidentes, indicando procedimentos de segurança para toda situação que possa ocorrer;
  • Documento que prova que o motorista realizou o Curso de Movimentação de Produtos perigosos;
  • Comprovante de Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas;
  • Documento fiscal do produto, dentre outras licenças, autorizações e declarações previstas.

Seguro para cargas

O seguro de transporte de cargas | CQCS - Centro de Qualificação do Corretor de Seguros

Apesar de todo cuidado que deve ser tomado em qualquer tipo de cargas citadas acima, também é importante e indicado ter seguro para cargas, principalmente por muitos produtos serem de alto custo e passíveis de roubo nas estradas.

O estado das estradas brasileiras também exige este cuidado já que as más condições das estradas podem causar acidentes e por consequência a perda da mercadoria transportada.

É essencial conhecer cada tipo de mercadoria e aderir aos seguros específicos aos riscos de cada uma e além de garantir mais segurança aos itens a empresa conquista mais credibilidade com os seus clientes.

Saiba mais sobre as 10 maiores empresas de transporte do Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.