O que é Logística: Como Funciona? Tipos e qual Importância

O que é Logística: Como Funciona? Tipos e qual Importância

Sumário

Hoje veremos de forma prática como funciona todo o processo de planejamento logístico: O que é Logística: Como funciona? Tipos e qual importância?

A primeira coisa que a grande maioria das pessoas pensam quando ouvem falar de logística é que se resume em  uma sequência de atividades realizadas por grandes empresas de transporte. Mesmo esse resumo estando parcialmente correto, podemos complementar muito mais sobre o tema que é cada vez mais indispensável para toda a indústria.

O que é logística? Como funciona? Tipos e qual a importância?

O que é Logística no mercado de trabalho: saiba como funciona!
O que é Logística no mercado de trabalho: saiba como funciona – Blog Guia do Transporte

Resumo: o que é logística e seu principal objetivo

A logística de forma resumida é um conjunto de métodos utilizados tanto por empresas quanto por profissionais autônomos para entregar produtos certos, no tempo previsto e nos locais corretos. Grandes empresas como Mercado Livre, Correios e Transportadoras são lideres no ramo em utilizar métodos para melhorar exponencialmente sua qualidade e ganhar espaço tanto no mercado nacional quanto internacional.

Como funciona um setor de logística

Toda a logística se concentra em alguns processos, sendo eles:

  • Organização logística,
  • Planejamento logístico,
  • Otimização e execução dos processos 

Transporte logístico

Desde o transporte até a armazenagem dos produtos, todos eles precisam passar por vários processos logísticos para manter o controle e a boa gestão da qualidade dos serviços ofertados, sendo grandes empresas de transporte ou profissionais autônomos que necessitam planejar sua execução.

Todo o processo logístico pode ser complexo, mas se for desenvolvido de forma correta garantirá a perfeita entrega do produto ao destino no prazo combinado.

Pela complexidade, empresas geralmente utilizam softwares capazes de fazer toda a gestão de forma 100% automática, bastando apenas o operador seguir os passos e inserir as informações corretas, que todos os detalhes de planejamento poderão ser consultados e executados.

Armazenagem

O processo da armazenagem possui um viés muito mais voltado ao planejamento do que à execução, pois uma execução no processo de armazenagem feita de forma equivocada, pode resultar em mais custos desnecessários e perda na agilidade dos processos logísticos.

Existem sistemas como o WMS (Warehouse Management System) que são responsáveis pela gestão de fluxo das mercadorias, além de ERP’s capazes de resolver com perfeição vários problemas em escala, inclusive muitos sistemas de gestão de estoque e armazenagem possuem módulos de inteligência artificial capazes de rastrear, organizar e prever problemas relacionados ao transporte, principalmente na cadeia de suprimentos (Supply Chain).

Problemas por perda de produção no transporte logístico e Armazenagem

Partindo do princípio que todo o processo deve ser metódico e organizado, entender quais são os problemas por perdas de produção e como resolvê-los é fundamental para a boa execução do serviço a ser realizado, vejamos abaixo:

Perdas por Transporte Logístico:

Ocorre quando o transporte não segue uma padronização e é utilizado de forma desnecessária, sem uma organização ou sistema logístico ideal, influenciando muitas vezes na qualidade do envio e no tempo de entrega.

Perdas por Movimentação:

Alguns erros por conta da movimentação errática dos colaboradores influenciam muito nas perdas por movimentação, a falta de engenharia de produção pode atrasar os processos logísticos, sem um líder para passar o cronograma, criar métodos de otimização e sistemas eficientes, as perdas por movimentação podem ocasionar problemas de atrasos em qualquer setor de logística.

Como funciona um setor de logística

Ela pode ser divida em algumas atividades e orientada a processos. Sendo alguns deles por exemplo:

Processos principais :
  • Envolvem toda a gestão de estoque,
  • organização no processamento de pedidos.
  • logística no transporte de cargas
Processos Secundários:
  • Sistema de gestão integrada
  • Manuseio de materiais para transportes
  • Embalagem e gestão de processos
  • Gestão de produtos
  • Compras
  • Armazenagem logística
Suprimentos:

A cadeia de suprimentos (supply chain) tem a principal função de otimizar todo o processos de gestão, distribuição e recebimento de produtos, atualmente utilizando tecnologias da indústria 4.0.

Modais de transporte

Modais de transporte - Geografia - InfoEscola

Os Modais de transporte são as principais modalidades logísticas em que se encaixam os principais tipos de transporte, ou seja, quais  os principais meios de transporte que são responsáveis pelo processo acontecer.

Modalidades do Transporte Logístico:

Transporte Logístico Rodoviário

Cerca de 61% do transporte logístico se deve a esta modalidade. O transporte rodoviário é um dos mais lucrativos e com mais demanda atualmente.

Em geral, o transporte logístico rodoviário é ideal para trajetos que exigem curta duração e para o envio de cargas que estão totalmente finalizadas.

Transporte Logístico Aéreo

Em torno de 2% do transporte apenas entra no modal aéreo. Ideal para transportes que exigem alta velocidade de entrega e segurança da carga logística.

Atualmente o transporte aéreo é um dos modais mais seguros e ágeis, dentre eles os principais meios de transporte para esse modal são os aviões de cargas.

Transporte Logístico Aquaviário

Atualmente, devido a grande demanda do transporte logístico, este modal está em grande crescimento. O modal aquaviário se refere ao transporte feito pelas vias aquáticas, como embarcações e navios. Cerca de 13% de todo o transporte é feito nesta modalidade. O transporte aquaviário é ideal para cargas pesadas, que precisam percorrer longas distâncias por um baixo valor.

Transporte Logístico Ferroviário

Nos dias atuais, cerca de 20% de todo o transporte é realizado pelos modais ferroviários, sendo a segunda maior modalidade do transporte. Basicamente cargas que envolvem uma rota específica perto de ferrovias, ou grandes transportadoras encaminham sua carga por ferrovias, sendo um transporte ágil, com baixo custo e simples de contratar.

Transporte Logístico Dutoviário

Menos popular, mas primordial para o setor logístico do transporte, o  modal dutoviário é responsável por cerca de 4%  das cargas que são enviadas. Como o próprio nome diz, o transporte é feito por “tubos”, que são chamados de dutos. Uma ótima opção para o transporte de gases e líquidos que exigem alguns cuidados.

Os dutos possuem um alto custo para implementação, além de ser necessário algumas licenças ambientais para implementação, mas após o projeto estar concluído, o custo é relativamente baixo para manutenções e produção.

Qual a importância da logística

A importância da logística para as empresas - FACSP

O setor logístico é uma das principais áreas de empresas que necessitam organizar a oferta e demanda de produtos a tempo de estoque, empresas como e-commerces, por exemplo necessitam ter sistemas logísticos para primar pela qualidade do envio e recebimento de mercadorias em tempo hábil de girar o fluxo de caixa com o menor custo possível. Algumas das principais funções que o uso de técnicas logísticas proporcionam são:

  • planejamento e  gestão de estoque
  • operação e processos para o transporte de carga
  • gestão de produtos e armazenagem
  • condução e operação das redes de distribuição
  • análise e previsão de demanda

Quais os tipos de gestão logística

Logística empresarial

Uma das logísticas mais abrangentes, esta contempla toda a parte de gestão e otimização de processos logísticos do negócio, como otimização e organização de estoque, controle de frotas, almoxarifado, dentre outras voltadas a estrutura do negócio.

Logística de produção

Muito bem visto pelas empresas para otimização dos métodos de produção e melhoria nos processos internos industriais, engenheiros da produção são profissionais aptos para desempenhar da melhor forma possível todos os processos envolvendo gestão e organização para a melhora dos resultados a partir da produtividade.

Logística de distribuição

A logística de distribuição é uma parte importante do transporte, onde lida com a coordenação dos materiais e equipamentos para a melhor produtividade mantendo a otimização nos processos. Algumas etapas envolvidas são:

Carregamento:

Onde haverá toda a etapa de organização das cargas, a logística de produção é intimamente ligada com a otimização dos processos.

Transporte:

O transporte contempla todo o método logístico envolvendo o transporte da cargas, coordenação de frotas de caminhões e muito mais.

Descarregamento:

Após o transporte, a qualidade da carga entregue é fundamental para a boa gestão de qualidade.

Rastreamento de estoque:

Todo o estoque precisa ser organizado e otimizado, para uma melhor produtividade com fluidez por parte da equipe produtiva e almoxarifado.

Responsabilidade de uso

Onde centraliza o controle logístico de quem utiliza os suprimentos e por qual razão.

Logística de Suprimentos

A gestão de suprimentos é responsável com pela coordenação dos materiais e do planejamento de acordo com os prazos determinados para oferecer suporte à logística de produção.

Logística de abastecimento

Logística inbound tem como principal função de garantir que todos os recursos sejam otimizados, organizados e controlados da melhor maneira possível, como suprimentos, matéria-prima e equipamentos.

Logística reversa

Esta logística, mesmo ainda sendo pouco explorada no mercado possui uma funcionalidade muito importante no retorno de mercadorias. Toda a logística dos itens que voltam devem ser organizados, analisados e redistribuídos, essa é uma função muito importante no setor logístico. Alguns produtos precisam obter a logística reversa por lei, como eletrônicos e agrotóxicos.

Logística integrada

A logística integrada, como o próprio nome diz, é responsável pela integração de todo o processo logístico, desde o início onde se iniciam todos os métodos de emissão dos produtos, até o consumidor final. Geralmente são feitas por sistemas robustos, capazes de se comunicar com todos os setores, organizar e otimizar com os melhores métodos logísticos possíveis para a perfeita comunicação entre a empresa.

Logística de terceira parte (3PL)

Logística de terceira parte é feita por um modelo terceirizado, que é responsável pela contratação de um fornecedor que atenda a demanda de otimização, gestão das entregas realizadas e devolução dos pedidos (logística reversa).

Internacionalmente chamado de 3PL (Third Party Logistics), é diferente do 1PL, onde a própria empresa tem sua transportadora ou 2PL, quando a empresa contrata uma transportadora para executar toda a parte da logística interna.

Logística de quarta parte (4PL)

Diferente da 3PL, a 4PL trás uma gestão muito mais voltada à otimização dos processos logísticos, por conta disso, grandes empresas contratam esses serviços pela melhoria que elas trazem no resultado de performance final.

Logística de quinta parte (5PL)

Já a 5PL transcende toda a logística tradicional, utilizando a tecnologia e inteligência artificial para o desenvolvimento de modelos logísticos excelentes, onde toda a empresa trabalha com os dados a fim de gerar ótimos resultados, com uma performance excelente e totalmente automatizada.

Importância da logística nas empresas

Qual a importância da logística? Descubra aqui! SAC Logística

A logística é primordial para a performance e sucesso das empresas, através dela que a entrega de produtos ou serviços são realizados.

Ter profissionais qualificados para desenvolver a logística é fundamental, mesmo existindo vários métodos logísticos que podem ser aplicados para uma significativa melhora na performance de empresas do setor, a utilização de métodos efetivos que tragam resultados variam de empresa para empresa, de acordo com a demanda e segmento no mercado, por conta deste motivo, existem profissionais qualificados para atender demandas específicas de acordo com suas necessidades.

Logística empresarial: terceirizar ou não?

Quando empresas do setor logístico vão ganhando espaço no mercado, a complexidade entre os processos que necessitam ser otimizados vão aumentando, tornando etapas simples em métodos que necessitam de alguns passos em grandes e bem elaborados processos para o negócio funcionar, isso gera impacto diretamente na qualidade dos serviços prestados.

A terceirização é vantajosa nesse quesito, empresas do ramo contam com agentes terceirizados para aplicar os respectivos processos já testados e validados direto na produção, na maioria das vezes aumentam drasticamente a qualidade dos serviços e otimizam os processos focados no desempenho das funções.

As terceirizações que mais ocorrem são a 3PL e a 4PL. Como dito anteriormente, na maioria dos casos a 3PL cuida da parte de armazenagem e processos, que é diretamente ligados a produção, enquanto a 4PL envolve uma gestão estratégica envolvendo Supply Chain (Cadeia de Suprimentos).

Como funciona o gerenciamento de logística?

Conheça os 4 maiores desafios da logística e suas soluções

O gerenciamento logístico tem como foco a eficiência nos processos de produção de produtos ou serviços acabados da empresa. Sempre tendo como objetivo trazer os melhores resultados possíveis utilizando métodos logísticos que agreguem ao negócio em questão.

Grandes empresas contratam equipes de gestores e engenheiros de produção para acompanharem e otimizarem os processos de entrega dos produtos aos seus respectivos destinos, com o menor custo possível de forma ágil e eficaz.

O gerenciamento pode ser complexo, dependendo da quantidade de processos que levam a cadeia de suprimentos(Supply Chain), desde a produção da matéria prima até a entrega para o consumidor final, várias equipes são responsáveis pela otimização e ordenação das suas respectivas partes que garantem a melhor velocidade e qualidade nos processos catalogados.

Etapas do processo de logística

Como vimos anteriormente, os métodos são fundamentais para o bom andamento dos processos desde a armazenagem até a distribuição para o cliente final. Segue alguns processos utilizados para o desenvolvimento cíclico no setor do transporte.

Armazenamento

Armazenamento no local adequado e com os seus respectivos cuidados são uma das partes fundamentais para todo o desenvolvimento da logística com qualidade, para que não haja perdas de produtos é essencial a boa organização com profissionais qualificados para o bom desempenho na área.

Padronização da Informação

Padronizar todos os dados presentes é uma etapa necessária, neste caso que a tecnologia da informação (ti) tem total influência. Armazenar e tratar esses dados para gerarem informações úteis para o desenvolvimento da empresa é mais um tópico da indústria 4.0, onde o apoio da inteligência artificial e outras tecnologias estão mais presentes.

Previsão de demanda

Junto com a padronização da informação, a previsão de demanda é de suma importância para saber a média de lucros que a empresa está gerando a partir de ações tomadas, dentre várias outras análises pertinentes que provém dos dados gerados e padronizados para tomada de decisão.

Comunicação

O conceito da comunicação é mais uma etapa  que agrega valor quando tratamos de vários setores trabalhando para um fim específico. A comunicação entre áreas deve ser efetiva e simples, toda a gestão deve ter um sistema de comunicação único, claro e transparente para que toda a decisão que influencie outros setores se torne prático e livre de conflitos.

O que é Logística 4.0

Logística 4.0 no Brasil: Será que estamos evoluindo?
O que é Logística 4.0 no Brasil – Guia do Transporte

A logística 4.0 foi um termo que utilizou como referência a indústria do século XXI, onde avanços tecnológicos mais do que nunca fazem parte da estratégia de grandes indústrias, e para o setor logístico não foi diferente.

Por sua vez, utiliza-se de sistemas avançados, que incluem tecnologia de última geração como inteligência artificial para tomadas de decisões na otimização dos processos logísticos.

Empresas que começaram a inovar e entrar na logística 4.0, possuem uma grande vantagem quanto as outras do mesmo setor, justamente pelo apoio que os sistemas integrados dão em relação a estoque, armazenagem, transporte e entrega para o cliente final.

Cadeia de Suprimentos (Supply Chain)

O que é logistica: Supply Chain
O que é logistica: Supply Chain – Guia do Transporte

Cadeia de Suprimentos ou Supply Chain, é um termo muito amplo, onde abrange desde a extração da matéria-prima, até a entrega ao consumidor final, com isso, vários processos logísticos são envolvidos, trazendo inúmeras etapas que podem ser otimizadas e estudadas para a melhor performance possível com menos custos.

Logística 4.0 e Supply Chain

Unindo a logística 4.0 com o Supply Chain, existe a possibilidade de uma infinidade de estudos para trazer resultados reais para empresas que buscam a melhora no processo logístico. Todo esse refinamento se dá com a possibilidade do uso de sistemas robustos utilizando inteligência artificial (IA) para o processamento de informações que trazem a tona toda a complexidade logística em um “passo-a-passo” produtivo com um baixo custo e um melhor desempenho.

Transformação Digital e Tecnológica na Logística 

SCM: Entenda o que é o Supply Chain Management

Depois da crise pandêmica que vivemos, o mundo envolvendo a logística mudou, pessoas passaram a utilizar a internet como principal meio consumo, sendo assim, a necessidade por melhores processos envolvendo logística e uma visão panorâmica sobre a supply chain começou. Atualmente a briga por melhores produtos, com envio mais rápido e menor preço é um grande desafio para empresas que precisam se destacar no mercado e construir sua carteira de clientes. Grandes concorrências no mercado estão mais do que nunca utilizando a tecnologia a favor da oferta e demanda gerada pela supply chain. Após a transformação digital do século XXI, se adaptar a essa nova realidade é uma questão de sobrevivência para grandes setores da economia.

O que faz um profissional da logística?

7 habilidades necessárias ao profissional do segmento de logística : e-Procurement – Blog iBid

Como vimos anteriormente, a logística é um ramo muito amplo e com diversas oportunidades profissionais, desde a área de produção até a engenharia e gestão.

Para se capacitar na área de logística, o profissional pode fazer um cursos técnico, geralmente em 1 ano ou um tecnólogo, em torno de 2 anos. Um profissional graduado em Engenharia da Produção também consegue ótimas oportunidades em grandes empresas onde exigem otimização de processos logísticos. Geralmente, para engenheiros, o curso abrange um conteúdo muito vasto e possui duração de 5 anos.

Logística Salário:

De acordo com o site Vagas,  uma profissional Técnico em Logística pode ganhar de R$ 1.808,00 até R$3208,00. Sendo a média salarial no Brasil de R$2.369,00.

Segue alguns salários de profissionais em logística, segundo o Guia da Carreira:

  • Supervisor de Operações: R$ 2.267
  • Engenheiro de Produção: R$ 7.516
  • Assistente de Logística: R$ 1.697
  • Técnico em Logística: R$ 2.071
  • Encarregado de Logística: R$ 2.466
  • Analista de Logística: R$ 2.637
  • Supervisor de Logística: R$ 3.683
  • Coordenador de Logística: R$ 4.040
  • Consultor de Logística: R$ 4.619
  • Gerente de Logística: R$ 7.070
  • Diretor de Logística: R$ 10.904

Logística na quarentena

Como funciona para abrir um ecommerce?

Com o setor do transporte aquecido, a partir de 2020 a necessidade da logística para e-commerces foi um grande desafio, pequenas empresas conseguiram espaço no mercado através da necessidade das compras online, mas também tiveram que melhorar o sistema logístico para a grande demanda.

Pensando nisso definimos um “passo a passo” para a logística organizacional.

8 dicas para planejar sua logística e ganhar mais eficiênciaPasso a passo logística

1 – Bons fornecedores

A procura por fornecedores que prestam um serviço de qualidade é essencial para a boa qualidade logística pensando no cliente final.

2 – Recebimento de mercadorias

Organizar o recebimento de pedidos de forma automatizada é muito importante. Atualmente existem sistemas focados em categorizar pedidos e mercadorias.

3 – Estocagem logística:

Ter o controle de estoque em um local seguro, pode evitar muita dor de cabeça na hora do envio dos fretes, sempre mantenha o estoque livre com fácil acesso e em locais seguros

4 – Recebimento do pedido

Receber o pedido com prontidão agiliza muito os processos, principalmente se tratarmos de e-commerce com alta demanda de produtos específicos. Trabalhar o refinamento do processo de recebimento é muito importante para a qualidade e velocidade de envio.

5 – Aprovação do pedido

Após o recebimento do pedido, a análise para aprovação é super importante por questões de segurança. Verificar e validar todos os processos anteriores fortificam a blindagem contra riscos e qualidade para o cliente final

6 – Localização e preparação do envio

Após verificado, o pedido deve ser preparado para a entrega, manter a centralização dos dados e acesso as informações do pedido de forma rápida e fácil é um grande diferencial que agiliza todos os processos logísticos até a entrega do produto.

7 – Separação e embalagem

Antes de transportar o produto, é importante ser atento à forma como o produto será entregue. Separar os produtos e categorizar por resistência agiliza o processo de embalar para o transporte, inclusive, caso precise de transportadoras qualificadas para o envio do seu frete, conheça nosso post sobre as 10 maiores empresas de transporte do brasil.

8 – Expedição e entrega

Envolve a finalização do produto, manter contato com o cliente final ou utilizar métodos como rastreio aumentam as chances de um envio seguro e confiável.

Considerações Finais

Com todas essas dicas, com certeza muitas dúvidas sobre a logística foram esclarecidas. Conhecer o setor logístico e saber lidar com as mais diversas necessidades traz a tona varias formas de resolver problemas complexos de forma metódica e simples. Operacionalizar métodos já comprovados é uma das formas de resolver problemas, seja terceirizando setores inteiros ou apenas utilizando métodos simples que se adequem ao meio produtivo.

Um comentário

  1. […] A Logística Reversa é um conjunto de procedimentos e meios para recolher e dar encaminhamento pós-venda ou pós-consumo ao setor empresarial, para reaproveitamento ou destinação correta de resíduos. Esse conceito foi reforçado com a publicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei n°12.305, de agosto de 2010). […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.